Conheça 4 tipos de pneus de carro e saiba como diferenciá-los

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Entre os diferentes tipos de pneus de carro existentes, optar por um de perfil adequado é sinônimo de segurança e boa performance para o seu veículo. Além disso, é preciso checar periodicamente a sua calibragem, inclusive a do estepe, e substituí-lo logo que necessário para evitar determinados fatores, como dificuldades de frenagem, problemas com a suspensão e eventuais multas.

Ocorre que existem, hoje, no mercado, diversas opções de pneus disponíveis. Isso faz com que inúmeros motoristas tenham dificuldades na hora de escolher o modelo mais adequado para o seu automóvel.

Pensando nisso, neste conteúdo, vamos apresentar os diferentes tipos de pneus de carro e as principais diferenças entre eles para ajudá-lo na sua escolha. Vamos lá!

Como é a estrutura de um pneu?

A indústria automobilística busca, de forma constante, aprimorar a sua tecnologia. Assim, o pneu não é produzido apenas à base de borracha e, entre os seus principais componentes, podemos destacar os seguintes:

  • carcaça: estrutura de fibras acopladas à borracha para garantir rigidez e resistência à pressão;
  • talões: são colocados na parte interna para que o pneu se fixe ao aro;
  • paredes: é a parte lateral, confeccionada em borracha;
  • bandas de rodagem: são as faixas que entram em contato com a pista para a transmissão de força do motor em tração;
  • lonas: camadas de tecido sobrepostas à carcaça para aumentar a resistência do pneu;
  • ombros: são as extremidades da banda de rodagem que melhoram a estabilidade em curvas.

Quais são os principais tipos de pneus de carro que existem no mercado?

Agora que você já sabe como um pneu é formado, vamos abordar os quatro tipos mais relevantes e que apresentam características técnicas e aparências distintas.

1. Pneu on-road

É o tipo mais comum de pneu. Os seus sulcos são reduzidos de forma a proporcionar um maior contato entre a carcaça e a pista e eles são indicados para veículos que trafegam majoritariamente em trechos urbanos, como carros de passeio.

2. Pneu off-road

Nos pneus off-road, há um maior espaçamento da banda de rodagem e sulcos mais largos. Além disso, a sua carcaça reforçada confere um visual mais “agressivo” e característico ao pneu. É indicado para veículos que trafegam em terrenos irregulares, como estradas de terra e lama.

3. Pneu misto

São pneus híbridos e versáteis com capacidade de rodagem tanto em asfalto quanto em estradas de terra não muito acidentadas. É o pneu original de fábrica de muitos “SUVs” do mercado.

4. Pneu radial

É um pneu mais resistente e indicado para veículos que atingem altas velocidades. Nesse tipo, a profundidade dos sulcos é maior, garantindo uma melhor dirigibilidade, principalmente em curvas, além de maiores índices de aderência ao asfalto. Isso proporciona uma resposta de frenagem maior, principalmente em situações de chuva.

Quais pontos devem ser considerados ao escolher o pneu ideal para o carro?

Por fim, para que você não erre em sua escolha, existem determinados pontos que devem ser levados em consideração ao optar pelo pneu ideal para o carro, como a verificação, na etiqueta do INMETRO, obrigatoriamente presente nos pneus novos, da nota atribuída aos índices de aderência e ao gasto de combustível do produto.

Mais um ponto relevante é que, no manual do veículo, há a especificação recomendada pelo fabricante para aquele modelo. No caso de optar por um produto diferente dos parâmetros estabelecidos, antes de fechar a compra, você pode encontrar referências de uso em fóruns ou em grupos específicos do seu veículo nas redes sociais.

Por fim, também é fundamental saber como interpretar os índices e códigos dos pneus, como a sigla “P 225/45 R17 91W”, que consiste nas seguintes informações:

  • P (tipo de veículo);
  • 225/45 (largura/altura);
  • R (construção);
  • 17 (tamanho do aro);
  • 91 (índice de carga máxima);
  • W (índice de velocidade).

Como vimos ao longo deste post, existem diferentes tipos de pneus de carro no mercado e é preciso analisar as especificações de cada um deles para que seja possível optar por aquele que melhor atende às suas necessidades. Por isso, fique atento às dicas que apresentamos e coloque-as em prática para não errar em sua escolha!

Se você gostou deste post, continue a visita ao blog e confira 8 orientações para a manutenção preventiva dos veículos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

AS MAIS LIDAS