Os carros rodam mais com gasolina do que com etanol?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Por Ana Carolina Oliveira

Populares no Brasil, os veículos flex sempre deixam dúvidas recorrentes sobre o uso de um combustível ou de outro

Os valores da autonomia dos carros sempre apresentam um descompasso entre gasolina e etanol, e neste texto vamos entender os motivos e esclarecer mitos sobre o assunto. O fato de afirmar que os carros rodam mais com gasolina do que com etanol está muito ligado às características do combustível.

Se compararmos a densidade energética de um litro de etanol com a de um litro de gasolina, a diferença fica próxima de 30%. Isso quer dizer que a gasolina tem por volta de 30% a mais de energia do que de etanol, é mais denso. Sendo assim, a gasolina assegura mais autonomia ao carro.

Entendendo a diferença

Temos que ter em mente a diferença dos conceitos. De forma geral a gasolina sempre vai ter um rendimento, em termos de autonomia, maior que o etanol. O que não quer dizer que seja mais eficiente.

A autonomia diz o quanto o automóvel consegue rodar em quilômetros com certa quantidade de combustível. Já a eficiência é o quanto do trabalho do motor é convertido em potência e torque. E o que podemos afirmar do etanol é que ele tem menos energia, mas aquele conteúdo energético entrega o resultado eficiente.

Alguns veículos podem ter uma performance melhor com a gasolina e outros com o etanol. Tudo isso vai depender da taxa de compressão do motor, ou seja, o quanto ele consegue comprimir de ar e combustível dentro do cilindro.

É possível ver o reflexo do valor na diferença dessas duas fontes de energia. Em tese, o litro do etanol é 30% mais barato que a gasolina. No final o que vai ser levado em consideração é o preço. Por isso, vale a pena ver a relação do consumo energético do seu carro e avaliar, tomando o preço como base.  

Misturar gasolina com álcool em um carro flex faz mal?

Esse mito é muito comum e surgiu quando as pessoas entenderam que a gasolina e álcool compartilhavam o mesmo tanque. Mas na verdade, os veículos flex são preparados para essa mistura e não vão se danificar ao usar os dois combustíveis ao mesmo tempo.

É preciso fazer rodízio dos combustíveis?

Não existe nenhum problema em usar somente um único combustível por muito tempo, pois os veículos flex foram idealizados justamente para trazer versatilidade e conforto. Por isso, você pode abastecer com o combustível que for mais vantajoso e na hora que quiser, sem se preocupar se vai trazer problemas ao automóvel. Outro ponto é que não existe uma proporção ideal entre gasolina e álcool.

Não deixe que essas afirmações sobre o assunto tirem seu sono. Na dúvida, consulte sempre o manual do proprietário ou seu mecânico de confiança. Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com os amigos e nos acompanhe nas redes sociais.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp