Confira 5 dicas essenciais para fazer a revisão de carros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Todos os veículos exigem uma manutenção contínua para prosseguirem funcionando corretamente. Aliás, a revisão de carros periódica pode ser indicada de acordo com o tempo de uso — a partir de seis meses, por exemplo — ou com a quilometragem.

Durante a manutenção realizada por oficinas ou concessionárias, é preciso ter um cuidado especial com algumas peças, assim como tomar determinadas medidas para garantir que o veículo prolongue sua vida útil.

Se você deseja saber mais sobre revisão de carros, está no lugar certo. Confira, a seguir, 5 dicas para acertar nesse aspecto!

1. Verifique o sistema elétrico

É comum que as lanternas e lâmpadas do carro queimem, portanto, elas precisam de avaliação regular. Aproveite o momento da revisão para verificar se elas estão em bom estado: analise os piscas, os faróis, as luzes de ré e de freio.

Esses itens são fundamentais para dirigir bem — especialmente à noite — e garantir a segurança na estrada, tanto para quem dirige como para os demais. Além disso, trafegar com a luz apagada ou queimada pode acarretar multas para o condutor. Fique de olho!

2. Observe as velas de ignição

O preço do combustível não para de subir, não é? Sabia que as velas de ignição pode influenciar no consumo de combustível do carro? Se elas não estiverem funcionando corretamente, não só a gasolina pode ser desperdiçada, como o automóvel pode ter sua potência enfraquecida e apresentar problemas no motor — o que significa mais gastos de manutenção. Por isso, a revisão é indicada para diagnosticar e prevenir problemas no carro. Não deixe de realizá-la.

3. Inspecione o motor

Essa parte é uma das mais importantes, afinal, sem motor o carro não funciona. Para funcionar direitinho, ele depende da troca regular do óleo e do filtro, de preferência, a cada dez mil quilômetros rodados. Outro ponto importante são as correias. Às vezes, elas arrebentam e, com isso, acabam danificando outras peças do veículo. Uma análise a cada seis meses ajuda a evitar esse problema.

4. Preste atenção nos pneus

Quanto maior a aderência do pneu com o solo, menores são as chances de um acidente acontecer. Por isso, ao notar diferença na performance deles — ou até mesmo na estabilidade do carro —, leve a uma oficina para identificar a causa. Verificar o estado dos aros também é aconselhável. Evite trafegar com pneus carecas.

5. Faça o alinhamento e o balanceamento

Um veículo desalinhado e desbalanceado pode ter o consumo de combustível comprometido, além de promover um desgaste maior dos pneus. Essa situação leva o motor a trabalhar mais, o que exige um consumo superior de gasolina.

Inclusive, o desalinhamento provoca falha na distribuição do peso, impactando a sobrecarga exterior. Por essas e outras razões, o alinhamento e o balanceamento são primordiais durante a revisão do automóvel.

Evitar acidentes e proteger e zelar pelo veículo são alguns dos principais motivos para manter a revisão de carros em dia. Apesar de haver um período específico para troca de peças ou análise, há um consenso de que dez mil quilômetros rodados — ou seis meses de uso — são o suficiente para realizar a checagem periódica. Portanto, fique atento!

Gostou do que leu? Se você quer mais dicas para manter o seu carro protegido, assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro de outras novidades!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

AS MAIS LIDAS