Carros e suas histórias: Fusca

Fusca é sucesso por onde passa! Como bons apaixonados que somos, trouxemos um pouco da sua história.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Já ouviu falar do Escarbajo? Huevito? Maggiolino? Bug? Beetle? E Fusca? Isso mesmo, esses são sinônimos de um dos carros mais populares do mundo

Como bons apaixonados por carros que somos, hoje vamos contar um pouco da história de um dos automóveis que por onde passa desperta emoção – o Fusca.

O primeiro projeto do Fusca era equipado com um motor, dois cilindros, refrigerador a ar com suspensão independente dianteira que funcionavam através de barras de torção. Um projeto revolucionário para a época, pois até então os carros eram feitos com motores refrigerados a água e suspensão que usavam feixe de molas ou molas helicoidais, em sua maioria.

Lançado oficialmente em 1935, pelo projetista Ferdinand Porsche, o Volkswagen podia ser comprado por quase todos. O carro era equipado com motor refrigerado a ar, sistema elétrico de seis volts, câmbio seco de quatro marchas, que até então só se fabricavam carros com caixa de câmbio inferiores a 3 marchas.

Daí para frente as evoluções foram constantes. Começou a ser equipado com sistema de freios a tambor, caixa de direção tipo “rosca sem fim”, modificações estéticas como quebra vidro, saída única de escapamento, entre outras.

Em 1936 o modelo foi reformulado e era equipado com duas pequenas janelas traseiras. Já em 1938, a fabricação começou a ser feita em série, que apresentava em três variações: sedã, sedã com teto solar e conversível.

Fusca na guerra

Sim!! O modelo virou um veículo militar e teve até modelo anfíbio. Nasceu então Kübelwagen, Schwimmwagen e Kommandeurwagen,  que eram utilizados nos campos batalha. A mecânica mudou para atender as necessidades dos combatentes. Virabrequim, pistões, válvulas, motor de 1.131 CC e 26 CV.

Fusca no Brasil

O Fusca começou a ser vendido no Brasil em 1950, O carro vinha desmontado e não era montado pela Volkswagen, que ainda não havia se instalado no Brasil. O modelo importado para cá tinha o vidro traseiro divido em dois.

Em 1953 o Fusca passou a ser montado no Brasil, mas ainda com peças vindas da Alemanha. E em janeiro de 1959, se iniciou a produção do Volkswagen Fusca Brasil, com peças nacionais.

Com o passar dos anos o modelo sofreu diversas mudanças e alguns lançamentos que não deram tão certo assim e em 1986 a Volkswagen parou de fabricar o modelo alegando que era um modelo obsoleto, mesmo sendo o segundo mais vendido daquela época.

Mas para a alegria de todos os apaixonados pelo veículo, em 1993 a empresa voltou a fabricar o modelo, que ganhou para-choques na cor do veículo, canalizador com uma única saída de escape paralama esquerdo, estofamentos novos, volante novo e outros detalhes de acabamentos. As vendas foram animadoras, chegou a produzir mais de 40 mil novos Fuscas.

Julho de 1996, data da parada oficial da fabricação. Para a comemoração da sua última série de fabricação, foram fabricados os últimos 1500 Fuscas na versão “Fusca Série Ouro”. O mais legal é que esses últimos 1500 proprietários têm seus nomes guardados em um “Livro de Ouro da VW”.

Outra novidade, foi o sucesso de seu relançamento oficial. O Beetle, volta as ruas mostrando sua nova cara e dando continuidade a essa inigualável carreira que o querido carrinho fez por merecer.

Dia do Fusca

O dia do Fusca é comemorado em 22 de junho, data em que Ferdinand Porsche assinou o contrato que iniciou o desenvolvimento e fabricação do modelo em 1934. O Fusca se tornou um ícone nacional, mais de uma geração de motoristas brasileiros aprenderam a dirigir em um Fusca.

Você faz parte dos apaixonados pelo Fusca? Um projeto que alcançou completo sucesso e ainda reúne muitos fãs por aí! Envie para seu amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

AS MAIS LIDAS