Comprar carro novo ou usado? Veja os prós e contras de cada um!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Escolher um carro novo ou usado? Essa questão é uma das grandes dúvidas de quem decide investir em um automóvel. Cada modelo tem suas vantagens e desvantagens e, para o comprador, é essencial que isso seja levado em conta antes de tomar a decisão final.

Se você chegou a esse artigo por já pesquisar o veículo ideal para você, está no lugar certo. Confira abaixo as particularidades de carros novos e usados — e qual deles atende ao seu objetivo.

Carro novo ou usado: em qual investir?

Foi-se o tempo que os objetos usados eram considerados de má qualidade. Hoje, independentemente do que se deseja comprar, a pesquisa é indispensável para fechar um bom negócio — e, às vezes, compensa mais não adquirir um veículo 0km. Quando isso acontece? Vamos analisar ponto a ponto.

Garantia

Grande parte dos veículos novos que saem da concessionária já têm garantia. E, como qualquer produto assegurado, isso resguarda algumas situações, mas não o mau uso do proprietário. A garantia costuma englobar a performance do carro, manutenção de peças etc.

No caso dos carros usados, quando são vendidos por lojas autorizadas, ainda que por um tempo menor, a garantia continua existindo. O consumidor deve se preocupar um pouco mais quando a compra for realizada com pessoa física. Nessa situação, o contrato de compra e venda deve ter cláusulas relacionadas a isso, que seja de benefício para os dois lados.

Manutenção

A manutenção de um carro sempre é periódica, independentemente se ele foi comprado novo ou usado. Algumas pessoas acreditam que, ao comprar um veículo de segunda mão, ele fará mais visitas à oficina, mas isso não é necessariamente verdade. Por isso, é muito importante conversar com o vendedor no momento da compra e ter o máximo de informações possíveis sobre o automóvel, para saber como conservar a máquina.

Considerando que esses custos podem depender da quilometragem, naturalmente, um carro usado vai acarretar mais gastos para seu proprietário. Por outro lado, quão mais velho for o veículo, menor seu custo com IPVA. O que pesa mais para você?

Preço

Esse ponto é o que mais costuma contar na hora de decidir entre um carro novo ou usado. Os carros usados sempre serão mais baratos, por mais conservados que estejam (e isso reflete no valor também). Para quem gosta de modelos mais luxuosos, mas não tem como investir numa versão 0km, o usado acaba se sobressaindo e sendo uma opção mais viável. Já outros preferem gastar um pouco mais e ser o primeiro dono do veículo.

Segurança

Embora seja mais fácil de negociar, um carro usado pode trazer consigo inúmeros problemas que nem sempre são vistos por seu comprador. De falhas mecânicas a multas do antigo proprietário, para fazer essa compra, há de se ter o máximo de cautela, especialmente, sem a intermediação de uma concessionária.

No caso dos carros novos, isso não existe, pois a montadora resguarda o cliente, não apenas contra erros internos, mas provendo toda a documentação e segurança para o comprador.

Fazer uma compra como essa é uma decisão importante, que exige um bom investimento. O comprador deve respeitar suas preferências, bem como suas condições financeiras na hora de tomar uma decisão. Lembre-se de pesquisar bastante e se informar sobre o assunto, para evitar cair em armadilhas ou golpes.

Carro novo ou usado, qual você escolheria hoje? Esperamos que esse artigo tenha respondido suas dúvidas sobre o tema. Aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

AS MAIS LIDAS